quarta-feira, 19 de abril de 2017

Celebrações Marcam a Festa de São Benedito

Este ano, a festa em homenagem ao patrono da Irmandade de São Benedito de Angra dos Reis, terminou sem a tradicional procissão que atrai milhares de fiéis. O tempo não colaborou e a procissão foi adiada para o próximo domingo, 23 de abril, a partir das 16h, com saída da Igreja Santa Luzia. 
A programação festiva em honra ao glorioso São Benedito começou no dia 09 de abril, com o levantamento dos mastros no Largo da Matriz. No decorrer da semana houve celebrações na Igreja Santa Luzia, às 19h30, e no dia da festa foram realizadas três Missas. A primeira às 7h da manhã , com frei Marcelo Aquino, que veio especialmente de Mogi das Cruzes para celebrar na Igreja Santa Luzia. A segunda Missa, a mais festiva , aconteceu às 10h, com o bispo diocesano José Ubiratan Lopes. E a tarde, última Missa do dia, também na Matriz foi celebrada às 16h, pelo pároco frei Fernando Bezerra Leite. 



Missa Solene com Dom Ubiratan 

Antes da Missa das dez, a banda de Música do Colégio Naval tocou o Hino Nacional, onde foi realizada a celebração com a presença de autoridades, além dos juízes e festeiros Silas e Fátima, Fernanda e Luiz Eduardo Rabha, do casal de rei e rainha figuras tradicionais da Festa de São Benedito. 
Em sua mensagem, Dom Ubiratan iniciou dizendo que estamos vivendo a oitava da Páscoa. E citou: “Jesus ao aparecer Ressuscitado para as mulheres que estavam do lado de fora do túmulo, disse: -Alegrai-vos! “ Também nós, nesta grande festa de São Benedito devemos nos alegrar; porque Cristo venceu o sofrimento e a morte”. E continuou: “ São Benedito soube anunciar essa verdade do Cristo Ressuscitado, ele soube ser luz de Cristo, e foi seu seguidor fazendo o bem , deixando transparecer o brilho da luz do nosso Senhor Jesus Cristo”, disse o bispo. 

"Os discípulos reconheceram o Senhor Jesus ao partir o pão. Aleluia! O Senhor Ressuscitou!



Com o Relicário nas mãos (que guarda  um pedaço do corpo de São Benedito) o bispo abençoa a multidão de fiéis  





No final da celebração, o atual provedor da Irmandade, Roberto Costa fez questão de agradecer a seu pai, Carlindo Antônio Costa, 74 anos, pelos serviços prestados a Irmandade ao longo desses anos, e que hoje está afastado por problemas de saúde. “Meu pai dedicou uma vida inteira a Irmandade e sempre ajudou várias Igrejas da cidade com doações de bancos e entre outras obras com o dinheiro das barraquinhas”, desabafou Roberto Costa. 
O ex-provedor da Irmandade São Benedito, Carlindo Costa (ao lado dos festeiros), durante a Missa Solene 



 Após a celebração houve distribuição de pães e do santinho. Em seguida, os fiéis seguiram para o tradicional almoço no Ceav, acompanhados dos grupos de Congada, vindos de Lorena e Guaratingueta (SP), que todo ano, animam e dão um colorido especial a festa. Salve São Benedito!
Congadas de Guaratinguetá e Lorena (SP) animam a festa 

  O Ministério de Música da Paróquia Nossa Senhora da Conceição com o vocalista Jeffinho, aniversariante




 





Os aniversariantes homenageados: Felipe e Jeffinho Afonso 




Dom Ubiratan, Victor, Baral e Roberto Costa 

As devotas fiéis de São Benedito Conceição Rabha e Dalila 

O tradicional almoço gratuito lotou o pátio no Ceav 


A festeira Fernanda Rabha na distribuição do bolo

São Benedito, Rogai por nós!
 Redação e fotos: Pascom
  Dalizania Melo


terça-feira, 18 de abril de 2017

Semana Santa : “ Ó Pai, em tuas mãos eu entrego o meu espírito”



Milhares de fiéis participaram da programação especial da Semana Santa, que celebrou a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo. Foram dias intenso de muita fé, dedicação e oração  por Aquele que morreu  por nós : “ Ó Pai, em tuas mãos eu entrego o meu espírito”.
 A programação religiosa começou no Domingo de Ramos (9), quando se relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e terminou dia 16,Domingo de Páscoa,  na Ressurreição do Senhor. 
Este ano, a benção dos Ramos, aconteceu na comunidade do Santo Antônio, onde os fiéis foram recebidos com café da manhã. Em seguida, a procissão pelo centro até chegar a Igreja do  Carmo para a Missa do Domingo de Ramos.





  
Frei Valter participou da  Semana santa em Angra 



No dia 10 de abril, após a Missa no Carmo, a Procissão do Depósito com a Imagem do Senhor dos Passos, acompanhada pelas irmandades e fiéis. Na terça, 11, às 19h30, Procissão do Encontro. A imagem do Senhor dos Passos saiu da Igreja Matriz conduzida pela Irmandade São Benedito, Apostolado da Oração, Ordem Franciscana e catequese paroquial. Uma outra imagem, a de Nossa Senhora das Dores saiu da Igreja da OTC conduzida pela Ordem Terceira do Carmo até o Largo da Matriz, onde aconteceu um emocionante encontro das duas imagens e o pronunciamento do Sermão com reflexão do frei Valter sobre o Encontro da Mãe com seu Filho Jesus. Logo após, as imagens ainda em procissão retornaram para Igreja da Ordem Terceira do Carmo.

Imagem do Senhor dos Passos 
O andor com a imagem de Nossa Senhora das Dores



  Missa dos Santos Óleos

Na Quarta-feira Santa,12, os paroquianos se reuniram na catedral São Francisco Xavier, em Itaguai, onde foi realizada a Missa dos Santos Óleos. Nesta santa Missa presidida pelo bispo José Ubiratan, todo Clero se fêz presente para renovar suas promessas no dia de sua Ordenação. Frei Fernando, frei Reinaldo e o Diácono Ney marcaram presenças, e trouxeram o óleo benzido que serão utilizados nos sacramentos do “Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos”. Ainda nesta celebração receberam o “Envio” os novos Missionários de nossa Paróquia. Os que foram batizados são convidados  a serem  instrumentos para construir uma sociedade mais justa e fraterna, enquanto se caminha para o Reino de Deus.
Dom Ubiratan presidindo a Missa dos Santos Óleos na catedral de Itaguai
 

Missa do Lava Pés


Na quinta-feira Santa (13), primeiro dia do Tríduo Pascal, às 15h30, Missa do Lava Pés, no Asilo São Vicente de Paula. A noite, a Missa da Ceia do Senhor foi na Igreja do Carmo. Após a celebração Eucarística , o sacerdote e os fiéis acompanharam o Santíssimo da Igreja para o salão do Convento do Carmo, onde houve a Vigília Pascal. E no dia seguinte, de 8h às 12h, agentes de pastorais, movimentos e irmandades da Paróquia, se revezavam para Adoração ao Santíssimo. Momento sublime. 

 Sexta-Feira Santa


Na tarde da Sexta-Feira Santa, às três horas, na Igreja do Carmo iniciou-se a Celebração da Paixão e Morte do Senhor . O silêncio, o jejum, a oração e a meditação da Palavra de Deus marcam este dia, em que Jesus morreu na Cruz por cada um de nós. Este é o dia em que Cristo foi crucificado, antes do Domingo de Páscoa. “Jesus nos ensina a resistir as tentações, a superar as dores, a ter uma vida transformada, ressuscitada; pois a morte não tem a última palavra” , explica Frei Fernando.



O beijo a imagem de Jesus crucificado 

Sexta Santa e a visita ao Senhor Morto


Celebração da Vigília Pascal

Sábado  Santo. Esta é a noite da vigília em que se comemora a vitória do Senhor sobre a morte. Em frente a Igreja do Carmo , as 19h, teve início a benção do fogo, anunciando o clarão da luz, acendendo nos cristãos o desejo do céu por meio de Jesus. Em seguida, a preparação do Círio Pascal. O presidente da celebração, frei Fernando faz nele uma cruz, dizendo palavras que falam da eternidade de Cristo.  Do Círio as velas dos fiéis  são acesas , sinais vivos da fé de todos os cristãos que esperam no senhor a vida nova. A luz brilhou. Eis a luz de Cristo! Após as leituras da Sagrada Escritura, orações e cânticos , a benção da água. O celebrante benze a água para aspersão do povo, sinal de purificação e renovação do batismo. Após a comunhão, a benção final.




Cristo é a nossa Luz, Ele brilhará, brilhará, sem cessar! 



           Domingo de Páscoa


Chegou o grande dia! Às 6h30 da manhã o povo estava lá, concentrado em frente a Igreja do Carmo, para sair em procissão com a imagem do Ressuscitado até a Igreja Matriz, onde foi celebrada a Missa da Páscoa do Senhor. Que alegria! Igreja repleta! “Se Jesus não tivesse ressuscitado não estaríamos aqui”, disse frei Fernando em sua homilia. “Nós somos testemunhas do que Ele fêz e continuará fazendo através das nossas boas ações”, concluiu o sacerdote. Depois da Missa do Amanhecer, todos se reuniram para o abraço da paz em frente a Matriz, onde foi servido um delicioso café da manhã, preparado pela equipe da RCC, que contou a ajuda de muitas pessoas generosas. A noite mais duas Missas foram realizadas no Carmo, às 18h e 20h, encerrando assim o Domingo de Páscoa. 


Ao final da Missa o casal Felipe e Marcelli apresentar no altar o  filho Bernardo (1 mês) para ser abençoado
Frei Fernando, Frei Reinaldo e o Diácono Ney e as bençãos finais na Missa  de Domingo da Ressurreição do Senhor
Após a Missa do Amanhecer o tradicional café comunitário lotou o Largo da Matriz
O famoso angú preparado pelo Ney é um dos alimentos mais saboreados pelos fiéis 

Pausa para fotografia com a turma do RCC,  responsável pelo deliciosos Café matinal 
Cristo está vivo! Ele vive no meio de nós! Aleluia! Aleluia!